quarta-feira, 27 de maio de 2020



BRIAN DE PALMA
João Cândido Martins
·
Em 1981, quando eu tinha 7 anos, meus pais me levaram para assistir "Os Saltimbancos Trapalhões" no Cine Plaza, que ficava na Praça Osório. Nem preciso dizer que o filme marcou minha vida, melhor produção dos Trapalhões com trilha sonora inesquecível do Chico Buarque.


Na saída do cinema, eu estava ainda envolvido com o que acabara de assistir, mas um cartaz chamou minha atenção. Nele uma mulher vestia uma meia-calça enquanto estava sendo observada de longe por um homem semi-escondido por uma porta. O nome do filme era "Vestida para Matar" e embaixo do título estava escrito "Depravado, Demente, De Palma".


Esse cartaz foi minha porta de entrada para os filmes do Brian De Palma (que, ao contrário do que se pensa, não é apenas um emulador do estilo Hitchcock).















 




Sem comentários:

Publicar um comentário