quarta-feira, 27 de maio de 2020

OS MUTANTES - B SIDES AND OTHER RARITIES (1966-1976) CD-R - Bootleg de 1998
João Cândido Martins

No começo dos anos 90, ainda era muito difícil ter acesso a certos discos e músicas que estavam fora de catálogo no formato vinil e que, por uma razão ou outra, não eram relançados pelas gravadoras em CD. Essa situação se dava principalmente com compactos e participações dos artistas em programas de tv ou no cinema. São versões diferentes das que foram lançadas nos discos originais, e que foram jogadas fora ou ficaram perdidas em alguma gaveta nos depósitos das majors (que com o passar dos anos absorveram os catálogos de todas as gravadoras menores).

Com o advento do CD-R, que era um tipo de CD gravável, explodiu o mercado de edições clandestinas destes discos e músicas que estavam fora de catálogo. Alguns, como Paebirú (Lula Côrtes/Zé Ramalho) ou Racional (Tim Maia), eram digitalizados e vendidos a preço de ouro. Esse mercado de CD-Rs se estruturou internacionalmente e discos raros dos mais diversos países começaram a apontar em terras brasileiras. Mas, inicialmente, a febre se deu em torno das raridades brasileiras e um Santo Graal que muitos buscaram naquele momento foram as gravações da banda Mutantes que não pertenciam à discografia oficial. Os registros ao vivo e sobras de estúdio sobre os quais não havia (e nunca houve) a menor intenção de lançamento oficial.


Ali por 98, conheci um cara em São Paulo que tinha os lados B dos Mutantes e ele estava atrás do disco psicodélico de 69 da Gal Costa, que eu tinha em CD oficial comprado a R9,99 no mercado Big ao lado da minha casa. Fizemos esse escambo: enviei a ele uma edição da Gal e ele me mandou as raridades dos Mutantes com uma capa que ele mesmo produziu. Não tenho a menor ideia de como ele conseguiu reunir todas essas gravações naquela época, mas, com exceção das três músicas apresentadas no programa Som Livre Exportação em 70, todas as demais já foram disponibilizadas oficialmente na coletânea "Mande um abraço pra velha" (2014), que reúne todo esse material paralelo, menos as 3 músicas finais do CD-R, que foram lançadas como extras do CD Tudo foi feito pelo Sol.

O problema dos CDR-s sempre foi o fato de que, dependendo da marca, eles não tinham muita resistência. A maior parte deles, com o tempo e o uso, descascava de ambos os lados. Não foram feitos pra durar. Eu já não escutava esse CD-R há anos, e ele estava encostado ali na estante até o momento em que meu filho de 4 anos o pegou e ficou curioso com as cores das fotos da capa, e a curiosidade foi aumentando e ele quis escutar o CD-R. Eu disse a ele, "filho, não vai funcionar, é coisa velha, tem mais de vinte anos esse negócio. Vamos procurar essas músicas no Youtube, deve ter tudo lá". Mas ele queria pôr o CD-R na gaveta do laptop, ele queria ver o movimento mecânico da gaveta abrindo e fechando, coisa de criança, Então deixei ele depositar o disco ali e já estava abrindo o youtube, quando a música saiu das caixas do computador. O CD-R funcionou depois de mais de 15 anos sem ser tocado. Meu filho gostou das músicas. Até dançou a versão de Lady Madonna, dos Beatles, que os Mutantes gravaram no disco "Banda Tropicalista do Duprat, de 68. https://www.youtube.com/watch?v=AnGLvdRQxCA

Outro destaque do disco é a música "Mande um abraço pra velha", de 72. Ela não foi lançada com os Mutantes em nenhum disco. A versão que saiu no disco do Festival Internacional da Canção de 72 é cantada por um coral e não pela banda. Foi a última música registrada por Rita Lee como integrante do conjunto. Os Mutantes já estavam incorporando elementos progressivos e Rita, insatisfeita, resolveu abandonar o barco e seguir carreira solo. Mas antes ela gravou essa música "Mande..." especialmente para o festival internacional. A ideia era ironizar a formalidade daqueles eventos midiáticos que mobilizavam a audiência. E misturando samba com rock progressivo. Poderia ter sido lançada como bonus-track do disco "Hoje é o primeiro dia do resto da sua vida" (1972), que é creditado à Rita Lee, mas que na verdade é um disco essencialmente pensado e executado pelos Mutantes. https://www.youtube.com/watch?v=1U6DYGgwkrY
























Sem comentários:

Publicar um comentário